40 anos em Berlim

Quando a minha amiga Andreia, que vive em Zurique, mandou uma mensagem pelo grupo de whatsapp das ‘girls’ a dizer que queria celebrar os seus 40 anos em Berlim, a resposta foi unânime: VAMOS!!

E assim fui eu pela terceira vez a uma das minhas cidades preferidas.

Berlim tem um charme especial, talvez não seja para todos os gostos, talvez não cative à primeira todos os olhares; mas é inegável que a peculiar história da cidade desperta curiosidades. Uma cidade separada por um muro, famílias sem se verem durante anos, histórias de amor, de ódio, espionagem, suspense, revolta; esta cidade tem um inesgotável potencial.

A mim conquistou-me desde a primeira vez que a visitei em 2005; não fossem as temperaturas negativas no inverno, a quantidade de chuva e a língua com demasiadas consoantes juntas em cada palavra; e seria a cidade ideal para eu viver. Confesso que o carácter geral dos alemães também não me atrai especialmente, mas lá está: o ser humano é um animal de hábitos!

Este fim-de-semana foi uma lufada de ar fresco neste chuvoso Abril. Vieram amigas de Lisboa, de Frankfurt, de Barcelona e a aniversariante de Zurique. É tão bom quando fazemos as coisas por amor, quando nos mobilizamos e nos juntamos para estarmos felizes e fazermos os outros felizes. Este tipo de situações não tem preço e é o que faz com que viver valha a pena.

Não foi uma visita turística, mas fizemos um bocadinho de turismo. Rimos muito, comemos bem, bebemos o suficiente; conversamos, passeamos, reencontrámos amigos que vivem na cidade e estivemos todas juntas, sem horários, famílias ou trabalhos. Foi mesmo muito fixe!

Para quem não conhece, recomendo sem dúvida visitar Berlim; está no meu TOP 5 das cidades mais espetaculares da Europa. É cosmopolita, moderna, organizada e extremamente alternativa. É uma cidade com uma curiosa mistura arquitetónica, dividida entre uma estética industrial com um forte ambiente underground e um lado contemporâneo totalmente comercial.

Berlim é diferente de todas as outras cidades alemãs, como escrevi NESTE ARTIGO; possui o pior e o melhor da Alemanha. O culto de uma sociedade multicultural verdadeiramente alternativa e vanguardista; com uma apaixonante liberdade de expressão que na verdade não deixa de ser controlada pelo capitalismo, mesmo que permita excessos fora do comum.

É realmente uma cidade única! Nesta terceira visita dei-me conta que conheço bastante bem a cidade e mesmo com a limitação linguista foi muito fácil reconhecer os caminhos e encontrar as zonas.

Mostro algumas fotos deste fim-de-semana de amigas, e se alguém se animar a fazer uma visita, já sabem que com o serviço de Consultoria de Viagens do Palavras na Barriga, faço-vos um plano completo para que a vossa viagem à capital alemã seja inesquecível.

One thought on “40 anos em Berlim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s