India [shanti shanti]

Este é o primeiro de vários posts que quero escrever sobre a India, sobre uma grande viagem e sobre o amor que cresceu dentro de mim, por este país tao duro e ao mesmo tempo tao doce. 
Este será um post para contextualizar a India na minha vida, e nos seguintes tentarei pôr em palavras as emoções que senti em cada local, ao viver cada experiencia e com cada pessoa com quem me cruzei. 

Fui à India pela primeira vez em 2012, digo pela 1ª vez, porque sei que foi só a primeira; que voltarei novamente e provavelmente mais do que uma vez. 

Quando se tem um tempo limitado para viajar por ano, há que fazer escolhas e por agora não penso voltar à India, porque “há mais peixe no mar” e quero conhecer outros países; mas esta será sempre a minha “grande viagem” – o meu “grande amor”. 

 Dizem que ou se ama ou se odeia… eu amei! Não quero pôr os sentimentos a um nível tao radical, mas compreendo o porquê das duas situações. 

É um destino que muitas vezes não é fácil de digerir, muito parecido à sua comida; condimentada e com um tempero forte e explosivo. Várias pessoas disseram-me que as viagens à India são viagens espirituais; para mim foi mais uma viagem cultural, também gastronómica; mas sem dúvida foi a viagem mais emocional que fiz até hoje. 

Esta vontade de conhecer a India vem desde que me lembro de ser gente; os meus pais são muito amigos de uma família de origem goesa, com quem tive a sorte de crescer. Eles são como meus tios e os seus filhos como meus primos! Passávamos os aniversários juntos, os fins-de-semana e visitávamo-nos no natal; nos momentos importantes contamos uns com os outros e tenho-lhes um carinho muito especial. Assim como cresci a ouvir histórias da Angola colonial (tema com pano para mangas que ficará para outro post), também ouvi histórias de Moçambique e consequentemente de Goa. 

Há alguns sítios no mundo com os quais sinto uma ligação especial, mesmo antes de os visitar. Talvez por ter ouvido muitas histórias ou por ter devorado livros sobre os mesmos. São aquelas situações que não se explicam…

Um desses sítios foi Goa; antes de chegar eu já sabia que ia gostar e recomendo como ponto de chegada numa primeira viagem à India, para que o choque não seja tao intenso. 

Já tinha viajado por quase toda a Europa antes de ir à India, e em 2009 vivi uma aventura maravilhosa no Brasil, que me deu bastante estaleca para estas viagens longas de mochila às costas, com horas eternas em autocarros e comboios, sem saber onde se vai dormir quando se chegar ao destino, nos confins de um país gigante. 

Mas nunca podes estar preparado para um país como a India, a diferença sociocultural é abismalmente grande e o confronto pode ser verdadeiramente doloroso. 

A compra do bilhete de avião foi numa aleatória noite de Janeiro, sentados no sofá em busca de voos baratos para qualquer destino ao qual nunca tivéssemos ido. De um dia para o outro, sem pensar muito, porque custava apenas 320€, comprámos dois bilhetes: Barcelona-Paris-Bangalore-Pangim. 

Depois disso comecei um profundo processo de leitura e investigação, na qual o meu pai; apesar de estar em Lisboa, participou ativamente. Enviou-me vários livros, que recomendo ler, a quem queira aprender um pouco mais sobre a India; como por exemplo: ‘Uma ideia da Índia’ de Alberto Moravia; ou ‘Vislumbres de la India’ de Octavio Paz (Nobel da Literatura 1990).

Pedi conselhos a vários amigos que já tinham ido várias vezes e sinceramente, esta é a melhor forma de aprender; às dicas e recomendações de pessoas que já estiveram num local onde também iremos, não há Lonely Planet que lhe chegue aos pés. 

A adrenalina foi incontrolável e a partir desse momento e até Abril, quando iniciámos a aventura, já não pude pensar em nada mais….    

    
    
    
 

Anúncios

3 thoughts on “India [shanti shanti]

  1. A última viagem é sempre a primeira o que não quer dizer que a primeira seja a última mesmo aquela que faremos para o infinito. Índia, índias terras que não conheço fisicamente mas que já visitei várias vezes espiritualmente. ..Como são também fantásticas as nossas viagens no imaginário!!!!! Bj

    Liked by 1 person

  2. Pingback: Goa! Amor antes da primeira vista! | Palavras na Barriga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s