Madrid Mola Mucho!!

A primeira vez que fui a Madrid foi em 1997 numa viagem por Espanha de carro com os meus pais, recordo-me de tudo, mas a perspectiva era completamente diferente da que tenho agora. 
Esta viagem superou todas as espectativas, e causou um forte impacto em mim, porque depois de quase 9 anos a viver em Barcelona, fui à capital e finalmente compreendi diversas situações com que nos enfrentamos no quotidiano da Catalunha. 
Prometo que tentarei escrever o mais imparcialmente possível, de forma justa e sem preconceito, mas apenas posso escrever o que sinto, o que vejo e o que oiço aqui neste país que escolhi para viver. 

(este post é 100% dedicado a questões socioculturais baseadas nos dias que passei em Madrid e vou-me tentar afastar o máximo possível de questões politicas, já que no rescaldo do 26-J, e com uma grande maioria de espanhóis a votar PP novamente, a minha consideração para com este povo que tão bem me acolhe, ficou novamente abalada) 

Chegámos a Madrid ao final da tarde de 5ªfeira e voltámos na 2ªfeira de manhã, fizemos 44,60km a pé entre avenidas e ruelas, bares, restaurantes, lojas e museus; aproveitámos até ao último minuto e tentámos sugar o tutano da cidade. Voltei apaixonada! 

Depois de quase 1 hora de metro até ao centro, saímos na estação de Lavapiés, bairro onde tínhamos alugado um apartamento Airbnb, pequenino, central e barato, que é exatamente o que se precisa quando se visita uma grande cidade. 
Lavapiés é parecido ao Raval de Barcelona mas mais light, mais ou menos como o Martim-Moniz/ Costa do Castelo de Lisboa, mas mais cuidado. Muita emigração, gente bairrista que viveu ali toda a sua vida, e uma movimentação jovem com sangue na guelra que trouxe para o bairro uma alegria contagiante. Ficámos a 5 minutos do Museu Rainha Sofia, da Estação de Atocha, Prado e Caixa fórum. 

Os dias foram passados sem stress, a acordar quando os nossos olhos abriam, a tomar o pequeno-almoço em sítios bonitos, a visitar o que nos tínhamos proposto e a caminhar perdidos pelas ruas dos bairros.
O calor tórrido, muito diferente da humidade que nos consome em Barcelona, impedia-nos de caminhar pelas tardes, o que fez com que estivéssemos a saltar de esplanada em esplanada, enquanto tentávamos descobrir qual a melhor cerveja de Madrid. Viva las cañas madrileñas!! 

Uma flagrante diferença: a simpatia dos empregados dos bares e restaurantes saltava à vista; nada a ver com as caras fechadas, a indiferença e a frieza com que o cliente é tratado em Barcelona. 
Madrid é maior que Barcelona, é uma grande capital de um país europeu; pode-se comparar a Paris ou a Londres. Avenidas majestosas, bairros antigos e bem cuidados; o turismo está disperso e em nenhum momento nos sentimos asfixiados por multidões, ainda que as há por todo o lado. 

Pareceu-me essa a grande diferença com Barcelona, mais pequena e sobrecarregada pelo turismo, que por estar tão massificado, esgota a paciência dos catalães; que com o seu caracter defensivo são muitas vezes incapazes de sorrir a quem só lhes pergunta uma informação na rua. 

Fiquei impressionada com o Parque do Retiro, com o bairro de Malasaña, que me fez lembrar algumas partes de Lisboa, se quem a governa lhe desse um pouco mais de carinho. Impressionou-me que se possa beber uma caña por 1,20€, e que com cada caña ofereçam uma tapa. E ao ficar no mesmo bar algum tempo e pedir várias cañas, pois várias tapas nos foram servindo ao longo da tarde, e sempre com uma piada para dizer, um comentário e principalmente um sorriso. Madrid é sem dúvida mais barata que Barcelona. 

Pareceu-me que o sistema de limpeza não é tao efetivo como o de aqui, queixamo-nos do “homem da mangueira”, mas é este sistema que faz com que Barcelona consiga limpar o lixo que uma tão grande concentração de turistas larga diariamente por aí. 

Esta visita à capital ajudou-me a confirmar que a ausência de preconceito e a tolerância são características típicas do povo espanhol, claro que não serão todos iguais e podem ter muitos defeitos, como todos os outros povos; mas nisto do relax, eles são mestres. 

A cidade tem no geral um ambiente vibrante e uma energia popular; muito comercio, muitas lojas e muita vida. Em Madrid tudo é mais, as avenidas são maiores, os edifícios mais altos, as pessoas mais simpáticas, os bares mais baratos, há mais lojas, mais gente e mais tudo. 
Tudo esse que funciona também mais tarde que em Barcelona, há uma hora de diferença entre as rotinas de ambas as cidades; em Madrid acorda-se e deita-se uma hora mais tarde porque o sol se põe mais tarde. Abrem-se as persianas das lojas às 11am e janta-se às 23h, aqui o alternativo é mais alternativo e há uma grande cultura callejera, gostam de estar na rua até que o cansaço os mande para casa. 

Acho que é uma cidade com muito potencial para se viver feliz sem se aborrecer, não fosse a ausência da praia e até poderia considerar mudar-me. 

Mas como isso não vai acontecer, quero visitar Madrid com mais frequência para descobrir todos os recantos que ficaram por conhecer. Tento ser uma viajante versátil e adaptar-me a vários tipos de férias; sempre com a minha mochila às costas, vou de avião, comboio, carro, barco, bicicleta ou moto; para estar de papo para o ar na praia, subir vulcões, saltar de templo em templo ou fazer trilhas no meio da selva; eu sou pau para toda a obra. 
Mas confesso que visitar cidades é uma das coisas que mais me apaixona! Caminhar por ruas desconhecidas, ver a cara expressiva dos que lá vivem, comer onde eles comem e assimilar um bocadinho da energia que cada cidade tem, faz-me sentir mais viva. 

Por isso adoro Barcelona, porque por mais que passem os anos, esta cidade reinventa-se e tem sempre algo novo para descobrir. Madrid é espetacular, mas Barcelona (a ti) t’estimo molt! 


2 thoughts on “Madrid Mola Mucho!!

  1. OLA GUAPA! COMO SEMPRE LEIO E VISUALIZO OS TEUS ESCRITOS E AS IMAGENS QUE ME FAZES PARTILHAR.AS VEZES SINTO -ME COMO EU TAMBEM ESTIVESSE A VIAJAR……A VIDA E ISSO AI!!!!!!BEIJINHOS

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s