[A NOSSA CAMPERVAN] Bem vindos às Portas Abertas do Colectivo Bajel – 01-07-2017 


No início de 2016 fomos à Holanda e trouxemos uma carrinha Fiat Ducato, completamente vazia por dentro, com a intenção de a transformar em autocaravana. 

Levávamos meses a desenvolver este projeto a meias com a Ana e o Hugo; e ainda que o povo diga que “amigos, amigos – negócios à parte”; a verdade é que não posso imaginar outras pessoas com quem gostaria de fazer isto. No meio de tanta coisa que se passou neste último ano e meio, este projeto mostrou que acima de tudo, a amizade e o respeito, falaram sempre mais alto. 

Como todos os projetos, este começou com fantasia e otimismo, mas também com muita inexperiência e falta de conhecimento. 

Entre encontrar um espaço para trabalhar em Barcelona e gerir a questão burocrática da mudança de matrícula, inspeção e afins, passou praticamente meio ano. Mais vários meses para perceber a questão da homologação com gás, água, etc, etc, etc.. 

A ideia inicial era terminá-lo em mais ou menos 6 meses, mas o tempo continua a passar e a nossa furgoneta ainda não está pronta para a estrada. Mas sem stress… 

Felizmente o Hugo é um verdadeiro pró, e nas suas mil habilidades inclui-se o desenho do projeto interior e toda a logística de compras e prioridades. Ele e o H. vão normalmente 3 vezes por semana, ao final do dia, para o Ateliê trabalhar na construção da caravana, depois de um dia inteiro de trabalho. E por mais que tentemos dividir as tarefas pelos quatro; sem eles, era obviamente impossível realizar um projeto assim tão complexo. 

A verdade é que há muitíssimas questões a considerar quando se mergulha num projeto deste género; o tempo disponível quando também se tem um trabalho das 9am-6pm; o orçamento oscilante e crescente que nunca mais acaba; e as inevitáveis mudanças na nossa vida que condicionam as circunstâncias da mesma. 
Às vezes penso que teria sido muito mais fácil comprar uma campervan já pronta… Mas não, nem sempre o mais fácil é o melhor; nem sempre o mais fácil é o que nos dá mais prazer. Construir esta caravana do zero, está a ser uma aprendizagem, um desafio e uma importante lição. E quando estiver pronta, será um sonho tornado realidade. 

Tinha pensado em escrever sobre a nossa Campervan quando estivesse terminada, mas escrevo antes porque o espaço onde a estamos a construir estará, este sábado dia 1 de Julho, com as portas abertas. 

Chama-se Colectivo Bajel, e encontrá-lo foi o melhor que nos podia ter acontecido; não é fácil encontrar vaga num co-working destas dimensões e com estas características no centro de Barcelona. É uma nave industrial no Bairro de Poblenou, onde cada artista tem o seu espaço e trabalha individualmente; mas sempre com muito bom ambiente e camaradagem. 

No próximo sábado, do meio-dia às 22h, poder-se-á visitar o espaço, ver o que cada artista faz no seu ateliê e viver o ambiente artístico. Nós lá estaremos, com a nossa Campervan a celebrar um dia de portas abertas onde poderemos mostrar orgulhosamente este nosso projeto. 
É bem-vindo, quem vier por bem!