Addis Abeba

Ontem à noite, para celebrar 2 anos de casamento, fomos jantar a um restaurante Etíope, no bairro de Sants. Foi uma experiência única e que recomendo a 100%. 

Está na C/Vallespir 44, e há que ir com reserva, porque as filas são intermináveis e as mesas têm pelo menos 3 rondas de pessoas na mesma noite. É impressionante! 

O restaurante é simples e muito acolhedor, mesas baixinhas de verga colorida com bancos côncavos de madeira de pau preto. 

Sente-se África quando se entra; a decoração nas paredes, o ambiente relaxado, o sorriso nas caras bonitas das empregadas. 

Completamente cheio durante a hora e meia que lá estivemos, e com uma fila de 15 pessoas para entrar; em nenhum momento se sente a pressão de que temos que nos despachar. A cerveja fresca e leve da Etiópia convida a que se peça mais uma e se alargue a conversa. 

Um restaurante para adultos, não havia quase crianças e uma média de idades de 35 para cima. 

A comida é o ponto alto da noite; variada e caseira; com muitos vegetais e pouca carne e uns sabores “riquísimos”, como dizem aqui em Espanha. Sabores de África, quentes mas não tão picantes, mistura de leite de coco com outros condimentos gostosos que alegram o paladar e activam os sentidos. 

É servida num único tabuleiro de esmalte colorido, que assenta em cima da mesinha redonda. Vem sobre uma espécie de crepe de farinha de trigo e come-se com as mãos, todos do mesmo prato, todos a tocar na mesma comida. 

Para terminar apresentam umas sobremesas caseiras, que já que estamos ali, não vamos dizer que não; e comemos meio a esforço porque afinal o repasto era mais que suficiente. 

Tudo verdadeiramente delicioso e a um preço bastante aceitavel para Barcelona (2pp-50€). 

Entre a curiosidade e a estranheza, comer com as mãos acaba por se tornar algo perfeitamente normal naquele espaço e em nenhum momento provoca aversão. 

Ontem senti uma das coisas maravilhosas que viajar nos dá, a capacidade de nos adaptarmos e nos sentirmos cómodos em ambientes diferentes. Depois da India, Marrocos ou Indonesia, comer com as mãos num restaurante em plena Barcelona, pareceu-me a coisa mais normal do mundo. 

*Escrevo este post numa madrugada de insónia, por culpa do calor abrasador desta cidade e aproveito para recomendar um dos restaurantes mais originais e agradáveis de Barcelona.  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s