As nossas Barbacoas!

Neste meu Post falo um pouco de como é viver numa casa com terraço e o porquê de não querermos abdicar deste pequeno luxo. Hoje escrevo exclusivamente sobre as nossas famosas ‘barbacoas’, que se não tivéssemos terraço, seriam impossíveis de fazer. Em Portugal chamamos-lhe: ‘churrascadas’, mas para o português comum, que vive num apartamento T3 de uma grande cidade portuguesa, fazer isto é algo improvável.

Em Barcelona, isto das Barbacoas é algo bastante normal e toda a gente que tem terraço e gosta de juntar amigos, não tem outro remédio se não comprar um grelhador e “começar a virar frangos pó pessoal”!
A época alta é obviamente na Primavera/Verão, mas se o Inverno não é demasiado rigoroso, também podemos pôr carvão no grelhador em qualquer mês mais frio.

Há toda uma tradição à volta disto, são verdadeiros acontecimentos sociais e repetem-se todos os anos (normalmente sempre em casa dos mesmos / os que têm terraço). Mas por nós tudo bem, dá-nos um gozo enorme receber gente em casa, muitas vezes partilhamos tarefas e os nossos amigos trazem sempre bebidas e sobremesas. 

Confesso que às vezes me ‘stressa’ um pouco a logística das barbacoas, porque apesar de quase tudo estar já pronto quando chegam os convidados, o principal não está. A carne só vai para a brasa quando começam a chegar os primeiros. Ou seja, há bastante margem para atrasos, e para que algo não saia exactamente como devia, principalmente quando experimentamos receitas novas. (Sou demasiado perfeccionista para um evento onde se convida gente para comer e quando chegam, a comida ainda não está feita!!)😅😂

Normalmente fazemos ‘barbacoa’ de picanha, (é o nosso prato forte) com chouriços e salsichas frescas na brasa para começar. Mas também já fizemos de entrecosto, frango, bacalhau, douradas, careta, couratos; de vários tipos de vegetais, e a última foi de hambúrgueres e febras. [As febras foram um sucesso, os hambúrgueres não me convenceram.]

Vamos aprendendo com o tempo o que funciona e o que não devemos repetir. O meu guacamole, modéstia à parte, é um dos melhores do mundo mundial. E o ali-oli também já ganhou medalhas a nível internacional!! 😂😂 Ambos são imprescindíveis em qualquer barbacoa, assim como a salada de pimentos assados na brasa e a salada verde. Nas barbacoas de inverno alternamos entre os legumes assados (roasted vegetables) e a lentilhada (uma espécie de feijoada com espinafres, cenouras e alguns enchidos, mas com a minha leguminosa preferida: a lentilha). 
Para beber há sempre muita cerveja e vinho, trazidos pelos convidados. E nós normalmente preparamos uma sangria de cava ou mojitos para depois do almoço. Em breve partilho aqui a minha receita dos mojitos picantes, mais que apropriados para estes dias de calor intenso.


Um dos pontos mais importantes em qualquer barbacoa é a música, anima o ambiente e o pessoal, e vai subindo de tom e de ritmo ao longo da tarde. Música e álcool juntos são meio caminho andado para que em algum momento toda a gente esteja a dançar. 

Cada barbacoa é diferente e imprevisível, já tivemos de todos os estilos: mais tranquilas e que entram pela noite dentro com muita conversa e álcool à mistura, ou muitas com momentos de loucura onde tivemos quase que expulsar o pessoal, porque em alguma altura arriscar-nos-iamos a ter os ‘mossos’* à porta. Ja nos caíram tormentas de chuva a meio de uma barbacoa, mas também ja destilámos pelo calor insuportável sendo impossivel aguentar lá fora.

Cá em casa adoramos disfarces, máscaras e adereços; soltamos muitas vezes o nosso lado teatral nestes eventos e há sempre alguns ingredientes secretos, mas esses não posso contar, se não deixariam de o ser. 

Com estes 9 anos de experiência em barbacoas, já percebi que não é preciso haver muita gente para que sejam noites inesquecíveis e divertidas. Temos sempre tanta gente com quem gostamos de partilhar estes momentos, que muitas vezes mal dá para nos sentarmos no terraço e acabamos por nem estar com todos os que convidamos. Funciona muito melhor se somos poucos, mas sempre bons!! 

As barbacoas são mais uma das maravilhas de Barcelona, onde o culto do convívio é preservado e que a nós particularmente caiu-nos como uma luva! 

*Mozos de Escuadra – Policía de la Generalidad

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s